Visitas

VER A NOSSA HISTÓRIA
(Clica na imagem)

CROMAS:

Ir para a Página desta CROMA Ir para a Página desta CROMA Ir para a Página desta CROMA

Etiquetas

Etiquetas do BIKE17ECO

Meteorologia no Parque Biológico de Gaia

domingo, 12 de dezembro de 2010



Para quem não sabe, nem percebe, por que razão os boletins meteorológicos são tão duvidosos e raramente acertam no tempo, eis a razão:

É desta forma que eles avaliam o estado do tempo (para mim a mais fixe é a do tornado…), não há dúvida que com este método, qualquer calhau adivinha o tempo...

Esta pedra e placa estão localizados no interior do Parque Biológico de Gaia .

Não querendo fazer qualquer publicidade, mas para quem quiser fazer um passeio a pé de 2800 metros no meio da natureza, e ter a oportunidade de observar a fauna e a flora autóctones, recomenda-se…




Pedro "Trilhos"

1º Bike Paper Policial do COMETPOR

sábado, 11 de dezembro de 2010



Como não podia deixar de ser, o BIKE17ECO, tinha que participar neste evento, organizado pelo Guímaro do Custóias Pedaladas Biketeam .


Como tínhamos a pretensão de vencer esta prova, eliminamos logo à partida o elemento mais fraco da equipa, que era composta por Mim, pelo Trepador, pelo Ni Tudo Plano, pela Edite, pela Renata (aniversariante) e pelo Pimenta, mas a julgar pelos últimos acontecimentos em diversas provas e passeios, em que o Pimenta "Avarias", andava a minar por dentro as participações do BIKE17ECO com avarias diversas na sua bike de pau colada com cuspe, tivemos que o despachar para a cama, com uma crise de gripe, aumentando assim, em muito, as hipóteses de nos safarmos com uma classificação de jeito neste evento.



Antes do início da prova cantou-se os parabéns à envergonhada aniversariante Renata, que se esmerou e (de livre e espontânea vontade, claro) trouxe um bolo para a malta.


Com partida da primeira equipa às 9H30, seguida da nossa às 09h35 e das outras 3 equipas, supostamente de 5 em 5 minutos.
Arrancamos de imediato para o primeiro de 12 pontos de passagem, onde teríamos que descobrir a resposta a estas questões:



- Largo do Souto, descobrir o nº da Cabine telefónica, colocada naquele jardim.

- Mosteiro de Leça do Balio, qual o estilo da cruz daquele mosteiro e qual o importância do mesmo nos caminhos de Santiago?

- Novo Estádio do Custóias F.C., quantas bancadas tem o estádio e quem foi o presidente de câmara que o inaugurou?

- Monte de S. Brás, informar para quem está a estátua do animal a olhar e qual a inscrição na cruz colocada no topo do monte.?

- Lidl, de Monte dos Burgos, o preço dumas acendalhas no placar exterior e quantos lugares de estacionamento tem o parque?

- Posto de atendimento da PSP da Srª da Hora, carimbar a folha, saber a cor do animal que se encontra pintado na tela colocada no hall de entrada e quem foi o Presidênte de Câmara que o inaugurou?

- Campo do Leixões S.C., informar quais os dois objectos, que juntamente com uma bola completam o símbolo do clube?

- Bicicletas Coelho, o nome da loja, carimbo e qual a marca da bicicleta que se encontrava exposta na parte esquerda da montra?

- Hospital de Pedro Hispano, em que artéria se situa e qual o número inscrito na fuselagem do Helicóptero do INEM?

10º - Passagem aérea do Norte shopping, em que posição se encontra a modelo no placar publicitário e quantas pulseiras possuí no pulso direito;?

11º - Estação de Metro da Srª da hora, a que hora é o primeiro metro (normal não expresso) para a Póvoa do Varzim a partir das 17h00?

12º - Feira de Custóias, quanto custa um bolo, por ex: uma bola de Berlim.


Além destas questões ainda teríamos que saber:

- Enumerar uma das 7 maravilhas da UNESCO;

- Informar se é considerado peão, um ciclista que passe, montado, numa passadeira?

- Qual a frequência da rádio clube de Matosinhos?

- Enumerar um dos Deveres do pessoal da PSP;

- Qual dos clubes do concelho de Matosinhos possuí equipamento idêntico ao do Beira Mar?

- Quais os 2 modelos de viaturas da marca Fiat e Volkswagen, fizeram carismaticamente parte do parque automóvel da PSP?

-Além das Renas: Corredora, Dançarina, Empinadora, Raposa, Cometa, Cupido, Trovão e Relâmpago, qual o nome da 9ª Rena?

- E alegadamente quem teria sido a marca comercial criadora da actual imagem vermelha e branca do Pai Natal?

Foram cerca de 24Km muito bem passados andando de mapa na mão feitos turistas perdidos, à procura dos locais.
Entre as falhas há que salientar, que no placar publicitário do Lidl, onde seria suposto existir umas acendalhas, não se viram acendalhas nenhumas, o carimbo do Posto da Srª da Hora diz "Esqª de Custóias" (cheira-me que aqui houve xinatice), na fuselagem (corpo da aeronave) do helicóptero, só tinha letras nada de números, há quem julgue que lá por fazer anos, possa vir vestida com uma camisola qualquer para um evento desta natureza e a maior falha de todas, não houve tacho no final, uma falha grave que espero que seja corrigida no 2º Bike Paper...

Competitivamente falando, vencemos este desafio, com uma pontuação total de 1130 e pese embora tenhamos subornado o Guímaro Juiz e árbitro do evento, com bolo de aniversário, em nada fomos beneficiados, por isso nada de polémicas, nem de visualização de imagens em câmara lenta. O Juíz decidiu, está decidido...

Resumo e classificações, Pedaladas Biketeam





P.S. agora que a gripe do Pimenta "Avarias", cumpriu o seu propósito:

AS MELHORAS MOÇO!!











Pedro "Trilhos"

Betetistas na Bruma. Estreia absoluta deste Passeio em 2011. Produzido e dirigido pelo Bike17Eco.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010





Let´s look at a Trailer??? (Cortesia dos Amigos no Monte.)
Especial atenção ao minuto: 3.40


Fotos deste Passeio

1º Passeio BTT dos B.V.Marco de Canaveses - Secção Vila Boa do Bispo

domingo, 7 de novembro de 2010



***Pergunta Existencial: o que consegue tirar da cama um profissional, exímio na prática intensiva da preguiça, às 06H15, a chover, ambiente fresquinho, de espírito rabugento como de costume e num Domingo com excesso (folga solicitada)?
***Resposta Ainda Mais Existencial: o enorme prazer e a satisfação de aliar a prática do desporto em geral e o BTT em particular, a uma iniciativa de solidariedade, neste caso era "a Causa" dos Bombeiros do Marco de Canaveses - Secção de Vila Boa do Bispo. E que bem que fomos recebidos por estes Heróis anónimos!
***E imaginem só que não fui o único! *A um dos Mafarricos bastou sair de casa 20mn antes do início, pois reside na freguesia, amplamente conhecedor dos trilhos locais, fez-nos companhia até à separação dos 25-40 Kms - o passaporte oficial não dava para mais - falamos do Couto, em tempos Guerreiro astuto da 17ª Esquadra, agora Singular Contador de Carruagens na Esquadra Ferroviária; *Outro Hominídeo veio de Viana de Castelo de propósito, sendo agredido pelo caminho por Pórticos Medievais, levantou-se ainda mais cedo para desta vez não chegar atrasado, azarado só percorreu 5 Kms de trilhos, partindo o desviador XT traseiro, nem o drop out cedeu, apanhou uma seca descomunal até à nossa chegada e com isso perdeu a singularidade do percurso, um dia em beleza, concluindo, para o mesmo;
* Outrossim, Casal Maravilha, consta que se deitaram "cedinho" na véspera, vindos de mais um treino intensivo do Restaurante O Tatana, atrasaram-se um pouco no ponto de encontro, para regozijo de um certo Atleta, apadrinharam a estreia da Atleta em "provas semi oficiais", asseguraram logo à partida o 1º lugar feminino - ninguém nos tira esse Título e com honra de destaque por parte da Organização, foram os últimos a chegar pensando a Organização que se tinham perdido, mas antes pelo contrário, os Três Mafarricos vinham em amena cavaqueira e a desfrutar em pleno do dia que se revelou de sol e de singular disposição.
***Concluindo: Uma organização irrepreensível por parte dos Bombeiros realizada e preparada com a alma e coração, com um objectivo nobre e comunitário, que deu como resultado um convívio excelente, um trilho incrível, cheio do singletracks, notório o trabalho de limpeza efectuado pelos Organizadores, repleto de beleza natural, mormente junto ao Rio Tâmega e na Serra de Montedeiras, e que possivelmente irá dar lugar a um possível Passeio do Bike17Eco para o início do Ano, com a colaboração do Couto.

Trepador

Fotos deste Passeio


Download deste Trilho



Modivas

sábado, 23 de outubro de 2010



***Sábado, dia 23 de Outubro, com o intuito de fazer um reconhecimento para um futuro convívio, eu, o Sérgio "Fugas" e o Tone "Riquezas" fomos até Modivas, Vila do Conde para um trilho de 80 kms.
***Hora programada para iniciar: 09H00. Hora real da partida: 10H20. Motivo? na sua estreia em reconhecimentos e com esta distância, o Tone "Riquezas" envolveu-se numa luta aguerrida com a sua cama e respectivos amigos......

***O tempo estava propício para a prática de BTT, iniciamos então junto à Igreja de Modivas e a boa disposição reinava.

***Pedalamos durante algum tempo em estradões junto à A28, fazendo depois uma incursão no meio do mato, naquilo que já deve ter sido em tempos um trilho limpo, bem, Puro BTT como não podia deixar de ser.
***Seguiu-se a passagem pela ponte Zameiro por onde passa o Caminho Português para Santiago de Compostela.

***O trilho ia percorrendo a Rota das Raízes, até lá sem qualquer dificuldade.



***Predominavam os estradões com bom piso, inserido numa paisagem tipicamente rural.



***Passamos por algumas freguesias de Vila Nova de Famalicão, até cruzar a Ponte Lagoncinha, em Lousado, outra rota do Caminho Português para Santiago de Compostela. Encontrava-se um vendedor de fruta naquele local pelo que fizemos uma paragem para abastecer o esqueleto.

***Um registo fotográfico para servir de prova como a malta não foi convidada para a inauguração daquela artéria e respectivas provas de vinhos e petiscos....



***A parte um pouco mais complicada do percurso acabou por ser junto à A3, local onde era possível avistar a Srª da Assunção, em Santo Tirso, amiga de muitas batalhas pessoais. Por esta altura, o Tone "Riquezas" já acusava algum desgaste natural , fruto dos seus 75 anos e da sua noite de "descanso", pelo que optamos por não seguir nesta fase o trilho original, que cruzava a A3 por duas vezes - o que acabou por se revelar uma boa decisão pois descemos em alta velocidade por trilho até ao Galáxia Café, na Louseira, bem perto da Trofa.

***O trilho fazia a sua incursão junto à linha da Refer, com a respectiva seta amarela novamente a marcar presença e já perto de S. romão do Coronado, o Tone "Riquezas" ficou com Cãimbras severas pelo que acampou num tasco conhecido e aguardou o nosso regresso em veículo oficial. Eu e o Sérgio "Fugas" fizemos os últimos 14 Kms por estrada até ao ponto inicial, com passagem pelo parque do Avioso, na Maia, em ritmo de contra relógio pois o adiantado da hora já se fazia sentir.

***Como nota final, refiro que não retirei nada assim de excelente para o objectivo do dia, sendo que é um percurso tipicamente ao estilo de Caminhos de Santiago, oferecendo um bom treino e novas descobertas.

Sousa "Trepador".

Fotos deste Passeio

Download deste Trilho

40 Kms de BTT em pleno convívio, queres fazer a diferença?

domingo, 17 de outubro de 2010



*** Cá estamos de regresso chouriçada, pernas um pouco cansadas sim mas de alma e corações cheios! E que tal todos nós, intitulados de Betetistas, Cicloturistas, Carunchistas, Desportistas, Rapadores de Tachos, etc.... recomeçarmos com o pé direito!

***No dia 5 de Novembro (Sexta) - não Sábado dia 6NOV conforme cartaz no canto superior direito visto a data ter sido alterada, temos uma pedalada nocturna seguida de francesinha, inserido na homenagem prestada ao nosso grande amigo e grande Betetista aventureiro, Vítor Silva, com a organização a cargo dos amigos dos PedaladasBikeTeam.



*** Para não deixar arrefecer as pernas, no dia 7 de Novembro (Domingo), os Bombeiros Voluntários do Marco de Canaveses - Secção de Vila Boa do Bispo em colaboração com a DESCU, promovem o “1º Passeio BTT – Bombeiros Voluntários Marco de Canaveses”, com partida marcada para as 9h do dia 7 Novembro, na Secção de Vila Boa do Bispo. Esta iniciativa visa a angariação de fundos para aquisição de equipamento de socorro. O preço é de 15 Euros, com direito a reforço alimentar durante o percurso, seguro para todos os participantes, lembranças e repasto - “Churrascada”.
Tópico do Forum BTT

*** Inscrições e mais informações nos blogs respectivos.


"As grandes oportunidades de ajudar os outros raramente acontecem, mas as pequenas surgem todos os dias." (Sally Koch)

Montaria,Capela da Santa Justa e Poço Negro (Serra d´Arga) - Capítulo II

terça-feira, 7 de setembro de 2010



*Eram seis horas da manhã quando saltei fora da cama. Mais uma vez deslocámo-nos até à Serra D’Arga para explorarmos outro trilho e assim fazermos mais um treininho com as mochilas carregadas.Desta vez o Trilhos não pôde vir, pois o treino, mais uma vez, foi combinado num dia de folga dos outros companheiros (isso não se faz). Quem se juntou nesta jornada foi o Fugas, que assim pôde experimentar a sensação de pedalar com uma mochila carregada às costas.

*O início do trilho foi numa pequena localidade do concelho de Viana do Castelo, chamada Montaria, local este que eu já conhecia, pois já lá tinha acampado há alguns anos.
Às nove horas em ponto iniciamos o trilho e o sol prometia dar-nos muito calor mas desta vez, levei o meu Camelbak dentro da mochila porque água é coisa que não me pode faltar.

*Na parte inicial do trilho passamos por alguns caminhos e quelhas (algumas com nomes engraçados) daquela localidade e pouco tempo depois entramos num estradão em terra batida.
Cerca de três quilómetros percorridos apareceu a primeira parede, que nos fez aquecer num instante. O Fugas, como era a primeira vez que pedalava com a mochila, deixou logo ali o croissant que tinha comido ao pequeno-almoço.
Com mais descidas que subidas nesta fase, rapidamente chegamos a outra pequena localidade chamada Meixedo, onde tirámos algumas fotos.
*Depois de passarmos pelas aldeias de Trogal e Arcos, chegamos à aldeia de Fojo, onde paramos para comer. Mesmo à nossa beira estava uma placa de sinalização a dizer directamente que, íamos levar com mais “paredes”, pois esta referia que a partir dali a inclinação era apenas de 17%.
*Já no outro trilho que tínhamos feito na semana passada, constatamos que a serra estava muito queimada e mais uma vez pudemos verificar isso. Infelizmente no nosso país, todos os anos acontecem estes incêndios, que deixam as montanhas com um aspecto desolador. Em algumas das fotos tiradas, podemos ter um contraste daquilo a que me refiro, dum lado do caminho a montanha toda negra e do outro o verde resplandecente da flora.
*Após quatro quilómetros e meio de subida, chegamos à Capela de Santa Justa, onde paramos um pouco à sombra, pois o sol não dava tréguas. Depois de passarmos a aldeia de Cerquido, surgiu mais uma “parede”. Apesar de ser por estrada, não foi fácil, pois a inclinação e o calor que se fazia sentir, não ajudou nada.
Como atletas de alto gabarito que somos, lá ultrapassamos a montanha e ao chegar a Arga de Baixo, mais uma vez, tivemos que fazer uma paragem obrigatória na Taberna do Horácio.
*Ao sair de Arga de Baixo, fizemos mais uma “subidinha” para depois descermos até ao Mosteiro de S. João D’Arga, o qual não tínhamos visitado da outra vez, apesar de lá termos passado perto.
Dali, só nos faltava uma última subida, por um estradão em terra, a qual me custou um pouco a subir, pois a comida no estômago já andava às voltas.
Para terminar o trilho surgiu a parte mais técnica do mesmo, uma calçada a descer com algumas pedras soltas, que fizemos com alguma cautela, pois com a mochila às costas não nos podemos esticar muito.
Depois de ultrapassarmos a referida calçada, entramos novamente num estradão em terra batida que nos levou ao local de partida.
Foi um trilho mais rolante que o outro que tínhamos feito naquela serra mas subidas foi coisa que não faltou, que o diga o Fugas, que já não podia ver a mochila à frente.
Já sentados no relax, o Trepador preparou a mistura bombástica que o Fugas tinha trazido, um pó milagroso com sabor a chocolate. Aquilo até pode ajudar na recuperação muscular mas que sabe mal sabe.
*Para terminar o dia em grande, descemos um pouco a pé por um caminho um bocado manhoso, junto ao rio Âncora, até chegarmos a um local intitulado como Poço Negro. Uma fantástica queda de água com profundidade mais que suficiente para mandar uns pinchos. Foi a cereja no topo do bolo. Depois do calor que apanhamos, aqueles mergulhos souberam maravilhosamente bem. E ainda deu para fazermos uns vídeos subaquáticos engraçados com as nossas megas câmaras digitais.
*Um excelente dia e mais uma página preenchida das nossas vidas, para mais tarde recordar.

Os beijinhos e os abraços da praxe!
Pimenta Saca Saca

Download deste Trilho

Fotos deste Passeio

Senhora do Minho - Serra d´Arga -Contrates- (Capítulo 0.5!!)

quarta-feira, 25 de agosto de 2010




Em tempo de treino para a TRAVESSIA DE PORTUGAL, Eu fui fazer o meu único treino a sério, mochila às costas e tudo, com os meus dois futuros companheiros de travessia do BIKE17ECO, “Sousa Trepador” e “Pimenta Saca Saca” (que só pensam em si e só marcam treinos nas suas próprias folgas, impossibilitando-me de ir também - se o espírito vai ser este para a travessia que ainda nem começou e já começou mal…) para os lados de Caminha, mais concretamente na Serra de Arga.



Terra bastante afectada pelos incêndios, pois praticamente nunca, em altura nenhuma, pudemos olhar em volta sem ver a cicatriz do fogo marcada na Serra.
Piso bastante duro e empedrado, sempre acompanhado de calor e por umas moscas «escarafunchosas», que além de não nos largarem, ferravam que se fartavam, talvez fartas do sangue das centenas de cavalos (pilecas) que povoavam toda aquela zona, fizeram um festim com o nosso sangue.





Como se não bastasse este ser um treino raro, o “Saca Saca”, que se queixou das costas o caminho todo por causada mochila, para aí a meio resolveu boicotá-lo e choramingar um bocado para irmos embora, e lá tivemos que cortar caminho por estrada de regresso ao carro.

Ainda tivemos oportunidade de passar pelo mosteiro de Arga de Baixo, um sítio espectacular para dar um mergulho e afastar o calor, mas nenhum dos meus dois companheiros, mostrou grande interesse, apenas vontade em acabar o passeio prematuramente, (o tal boicote).

Sempre deu para experimentar as mochilas e imaginar um bocado o que vão ser 14 dias e cerca de 1100 Km`s, com elas às costas, a atravessar Portugal de nordeste a sudoeste…

Pedro Trilhos







Fica em baixo, o álbum de fotos para documentar:

Download deste TrilhoFotos deste Passeio