VER A NOSSA HISTÓRIA
(Clica na imagem)

sábado, 22 de janeiro de 2011

No gelo de Vila Nova de Cerveira.

Olá pessoal!
Mais um trilho, mais uma aventura!
**Desta vez o trilho escolhido foi perto de Vila Nova de Cerveira mas com início numa localidade chamada Covas, localidade esta que já conhecíamos pois um dos trilhos da Serra D’Arga que fizemos o ano passado também começou naquele local.

**Como a temperatura não tinha estado muito favorável até à data, decidimos marcar o encontro um pouco mais tarde, pois não queríamos ficar congelados. Marcado para as 09H30 em Viana do Castelo, porque eu já lá estava, os dois chouriços (Trepador e Fugas) lá chegaram mas atrasados (depois eu é que chego sempre atrasado!).
**Já em Covas, deslocámo-nos para o parque de campismo, local onde iniciava o trilho e estacionamos lá o carro.
**Este era o primeiro treino do ano na montanha e passados 2 Km de trilho, começámos logo a usufruir das “paredes” naturais ali existentes. Até aos 12 Km foi quase sempre a dar-lhe, pois tínhamos que chegar a um miradouro no alto da Serra da Salgosa, onde dava para ver o Rio Minho, a Ilha dos Amores, território espanhol e até o Oceano Atlântico.
Apesar de estar um sol maravilhoso fomos passando por zonas do trilho onde havia aqueles mantos brancos, sinais de que a noite tinha sido fresquinha.
**Após atingirmos um dos picos do trilho (mirado) começamos a descer por uma zona mais técnica e com muita pedra solta até chegarmos ao isolado Convento de San Payo.
**Rapidamente esgotamos a descida e mais uma vez aproximava-se uma das tão aclamadas “paredes”. Eram apenas 4 Km até ao Alto da Pena mas a inclinação já metia respeito. Para quem andou a comer tantas rabanadas no Natal, já foi uma pequena ajuda para desgastar essas calorias todas.
**Depois de atingirmos o ponto mais alto do trilho (640 m) descemos inicialmente por um estradão em terra com muita gravilha até chegarmos à estrada (EM 516) e depois entramos novamente num trilho com muita pedra.
**A certa altura a inclinação da descida começou a acentuar-se e o estado da mesma a agravar (o track do gps bem avisava como zona de perigo). Os calhaus e os buracos eram tantos que a certo ponto quase me espalhava (a burra embicou e lá consegui passar por cima dela, só conseguindo parar uns metros mais à frente, pois a inclinação da descida não me facilitou a travagem; resultado: danos físicos – 0, danos materiais - selim rasgado). Claro que tive que ouvir logo um comentário de um dos meus companheiros: “olha que tens mais costelas para empenar.
**Já era evidente a carunchice de todos e aproveitamos a paragem para retemperar forças, pois os estômagos também já davam sinais. O resto do trilho foi feito sem peripécias mas já com alguma dificuldade devido ao vento gélido que nos batia agora de frente.
**Para concluir, foi um trilho bastante monótono, com estradões muito parecidos, sem single tracks e com muita subida mas com paisagens magníficas.
**Fica também registada a estreia do Fugas como navegador com o seu mega novo GPS da Garmin (ainda lhe falta ler muitas páginas das instruções mas deu para nos desenrascar).




Abraços e beijinhos!
Saca Saca


Fotos deste Passeio

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Quo Vadis em 2011 ???

*** Do interesse de temerários, vagabundos, doidos, apaixonados, insensatos, sonhadores, brincalhões, fantasistas, intrépidos...
***Futuras inscrições num Sanatório mais perto de si!

Fichas Médicas: Epopeia 1
Epopeia 2
Epopeia 3

Trepador

sábado, 1 de janeiro de 2011

Atleta do ano 2010



Atleta de perícia inigualável, em terreno muito desnivelado, pouco desnivelado, muito técnico, pouco técnico, com uma ou duas rodas e sempre presente nas organizações do BIKE17ECO (presente mas nem sempre até ao fim).



Devido ao seu empenho na modalidade e no BIKE17ECO.
Após reunião deliberativa do conselho de estado do BIKE17ECO, e por ausência total de concorrência directa:

O atleta do ano 2010 é: Pimenta "Saca Saca" .
 
 
PS:
Da mesma reunião, deliberou-se que à luz de vários acontecimentos, recentes e não só (que já remontam pelo menos a Janeiro de 2009 e continuam até aos dias de hoje), o Pimenta “Saca Saca”, passa a intitular-se: Pimenta “Avarias”.

Devido aos seus constantes, problemas técnicos surgidos em várias provas, treinos e passeios do BIKE17ECO, sabotando, por dentro, as prestações do resto do pessoal. Para esta resolução em muito contribuiu as 3 avarias que o mesmo sofreu num único treino em Valongo no passado dia 26Mar e muitas mais ocorridas no tempo.